Loading...

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Temperamental como um dente

Deitou-se na cama quente e aconchegante, a noite era fria e escura, o quarto também..penumbra total.
Sua cabeça sob o travesseiro, não parava de girar, era como um furação, em plena erupção, impossível fazê-lo com que parasse de trabalhar.
Seu corpo estava cansado, o dia havia sido difícil, seus músculos caídos sob a cama pareciam prestes a se desprenderem de seus ossos, ela precisava descansar.O pai de todos, não permitia. Seu cérebro continuava a fervilhar, era impossível parar de pensar, por mais que ela tentasse, não conseguia. De repente, uma sensação de vazio se apoderou daquele pobre corpo cansado, algo estranho e forte.
Ela não sabia, o que estava acontecendo, apenas sentia uma inquietação, que aumentava rápida e fortemente...até que..
Respirou fundo, lutou com todas as suas forças.Lutou contra o frio. Contra a preguiça. Tudo era fraco e impotente diante da sensação. Levantou-se da cama quente, caminhou em direção o final do corredor, virou a esquerda, adentrou o lavabo´e avistou algo que de imediato lhe trouxe a paz, aquietou sua alma instantâneamente...sua escova de dentes. Tudo se acalmou. Tudo se aqueceu. Tudo passou. Adormeceu.

Essa foi pra todos que fazem do hábito higiênico, mais que simples higiene bucal.

Beijo gente, esperam q tenha gostado dos meus devaneos.

Um comentário:

  1. ééé parece que n acontece soh com esse cara do texto ... KDOSAPKDPOSAKDPSOAKDPOA

    ResponderExcluir